Ibama promove curso sobre crime ambiental

O curso internacional Investigação de Crimes Ambientais começou nesta segunda-feira (25/09), em Brasília. O secretário-executivo do Ministério do Meio Ambiente, Marcelo Cruz, participou da cerimônia de abertura no auditório do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

“Recebam meus votos de que o evento seja proveitoso e fortaleça ainda mais os laços entre os países da América do Sul, para que assim possam ser rompidas barreiras e concretizados objetivos comuns de proteção do meio ambiente”, disse Marcelo Cruz.

O secretário-executivo citou a importância dos recursos tecnológicos na proteção ambiental e na redução de gastos. Foram citados como exemplo o Centro Nacional de Monitoramento e Informações Ambientais e o Sistema Nacional de Controle Florestal, ambos do Ibama; o Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural e o Sistema de Informações sobre Incidentes de Poluição por Óleo em Águas sob Jurisdição Nacional.

Ao longo de toda a semana (25 a 28/09), técnicos que atuam na fiscalização ambiental no Brasil, Chile, Peru, Colômbia, Equador, Paraguai e Argentina estarão reunidos para compartilhar experiências e técnicas, além de fortalecer as relações entre as organizações públicas que atuam na área.

O curso é uma promoção do Ibama com a Rede Sul-Americana de Fiscalização e Conformidade Ambiental (REDSUFICA). Tem o apoio da Agência Norte Americana de Proteção Ambiental, responsável pela proposta original da capacitação. A ideia era fortalecer as relações interinstitucionais e aproximar os países integrantes da rede das técnicas e metodologias utilizadas para materialização e geração de provas de ilicitudes ambientais.

Também participam do curso instrutores da servidores da Receita Federal, da Polícia Federal e do Ministério Público Federal e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Fonte: Ministério do Meio Ambiente